27 de julho de 2009

algumas vezes vale a pena...

é, vale a pena. vale a pena fazer uma escolha errada, vale a pena chegar em terceiro lugar, vale a pena não se apaixonar perdidamente a cada esquina que se cruza, pensar em largar tudo e sentir mesmo vontade de levar ao pé da letra o largar, pensar que a vida não ta ganha, e que você não é aquele carioca sortudo que ganhou uma bolada em dinheiro, colocar os pés no chão, almejar uma vida diferente da que você já vive, porque viver sossegado, relaxado, sem querer nenhuma mudança é se acostumar ao marasmo, e isso não é viver, é deixar o tempo passar.
valem a pena respostas erradas, uns devaneios em meio ao papo sério, viajar. sentir o corpo se mantendo estático, mas a mente estar em um local totalmente diferente, abstrato. pensar errado, errar com alguém, sentir-se errado, culpado, inutil. forma o carater, transforma o cidadão, faz a gente se ver em diversos outros lados da moeda, se projetar em outros focos.

tudo isso vale a pena, vale a pena perder, ganhar, iludir, se iludir, amar, sofrer. não pense só em acertos, não viva só por alguém.

se precisa de um conselho, peça algo para beber, um cigarro e aprecie a paisagem. 2 minutos de desatenção não vão ser tão desperdiçados, diante do tempo que se gasta almejando o mundo e se esquecendo da realidade.


boa noite, ou não.

Nenhum comentário: