15 de setembro de 2009

prayer.

É minha gente. Tudo que é bom, que te da algum tipo de esperança, em geral, aquilo em que você bota fé, não da certo.

Como o UniFestRock de Campinas. A gente se inscreveu, nem botando muita fé que aquilo daria em alguma coisa. Tocamos nossa vida, continuamos com a nossa musica, sem demais pretenções.
Eis que, somos subitamente chamados como uma das 36 bandas finalistas.

Poxa, para quem está acostumado a tocar só no mesmo palco, dentro de "casa" por assim dizer, sair da cena montessionense de bandas independentes e partir para uma cidade grande, para um festival visado, por bandas do Brasil, no qual são sempre encerrados com ótimos shows (como a da edição desse ano, que contava com Velhas Virgens, Cachorro Grande e Kid Vinil), foi no minimo excitante e emocionante.

Chegamos lá, na quinta-feira a tarde, já tinham algumas bandas, nada muito intimidador, alguns como umas poses mais estrelinhas, mas nada fora do comum. Achamos que seria algo no minimo engraçado tocar dentro de um circo.

Na hora que a galera começou a se apresentar, deu pra perceber como seria mais ou menos a parada. Várias bandas com um som legal, interessante, estilos mais alternativos/underground que eram boas, mas também diversas com um som mais polido, tipico, comercial por assim dizer.

Chegamos nós, a banda Destilados de Monte Sião, com um som, digamos, atípico, mas que também não foge as vertentes do rock. Chegamos e tocamos. Apesar do retorno pouco audivel, e da total falta de noção, que pelo menos eu (baterista) estava tendo sobre qual seria a impressão do público quanto a imagem da banda, subimos e fizemos o nosso show.

Impacientes ficamos aguardando o final do festival, tanto para ver o show do Velhas Virgens, quanto para saber qual seria a situação que ficariamos, se teriamos passado ou não.

Pra encurtar a história, não, não passamos para as finais. Minhas sinceras desculpas para nossos fãs (se é que temos algum), mas fazer o que, um dia a gente perde, outro a gente ganha.

Quero parabenizar a galera das outras bandas, pela vitória, e agradecer as (poucas) bandas que fizeram contato conosco la dentro do festival, enfim, a todos que gostam do nosso som.

É, ganhar não deu. Mas não tem problema não. Sabem, o nome da banda normalmente inflite na personalidade dos integrantes, no nosso caso não poderia ser diferente.
E sabem o ditado de que para afogar as mágoas é bom uma boa e velha cerveja? Não tenho nada o que negar sobre isso.


-marcelo

Nenhum comentário: